::: Como dormir (de verdade!) no seu próximo vôo longo :::

1

Não sei se você é daquelas pessoas que parecem que são perseguidas por bebês. Sim, há quem perceba que vôo após vôo…não importa onde você decida  sentar-se (longe até dos assentos especiais para esses fins!) ou até tentar mudar o horário dos vôos na esperança de que “talvez famílias gostem mais de viajar à noite”. Parece que SEMPRE você está perto daquele pequenino ser humano que está super infeliz de estar espremido na classe econômica por 10 horas e demonstra sua frustração de forma bastante audível.

A gente não pode fazer nada (e dá até pena dos pobres dos pais, que estão com os ouvidos muito mais cheios do que os nossos) – confesse… às vezes, vôos longos também te fazem querer gritar também , não? Dá pra ficar bem mal humorado com menos de 8 horas de sono, e já que nem todo mundo tem como pagar classe executiva (aquela terra mágica onde existe espaço pessoal e cadeiras que reclinam!), nós já entramos em uma batalha (que estamos perdendo) contra assentos que fazem nossas pernas parecerem origami. Se você coloca um infante gritando como a cereja desse sundae, ou quem sabe um vizinho de viagem bem conversador que não pega a dica de quando você coloca os headphones, e você tem uma receita para produzir um zumbi de mal humor na sua vida.

2

Felizmente, não PRECISA ser assim… pode não ser algo científico, mas dá para desenvolver técnicas que podem otimizar a sua viagem e melhorar as chances de realmente dormir em viagens longas. Essas próximas dicas podem ajudar isoladamente, mas combinadas, podem se tornar quase um super-poder!

3

ESCOLHA SEU ASSENTO COM ATENÇÃO!

Você pode pensar que sentar na janela é uma boa ideia até você estar preso entre o ladrão-de-braço do seu lado e uma parede dura te separando do mundo exterior. Já que a maioria dos vôos longos, internacionais entram pela noite, você provavelmente não vai ver nada mesmo. Então, é melhor pegar um lugar no corredor e ganhar um espaço extra para suas pernas.

E já que as pessoas em geral, tendem a correr para pegar os lugares nas janelas, não escolha um corredor que fica na janela – tente pegar uma daquelas colunas centrais no meio do avião que isso pode aumentar as chances de um espaço vazio ao seu lado, caso o vôo não esteja lotado. Ou, se já não estiver tomado, tente um lugar na última fila da cabine – isso significa que pode reclinar sem que ninguém se incomode ou enfie os joelhos ou batuque nas suas costas! Bônus!

Outro benefício desse assento é que você pode guardar as suas coisas e parafernálias indesejadas do avião (como travesseiros extras etc.) debaixo da cadeira, ao invés do espaço na sua frente. Mais espaço = mais chance de dormir direito. Me mesmo que não consiga um lugar na última fila, considere ficar apenas com itens muito importantes embaixo do seu assento e o restante no bagageiro acima. Você vai ter mais espaço para se movimentar e acomodar as pernas.

4

O QUE VOCÊ VESTE FAZ MUITA DIFERENÇA!

Tente se vestir com algo mais próximo (e publicamente aceitável) a um pijama. Pense em malhas e tecidos como elasticidade, calças de elástico, meias, moletons, blusas de mangas compridas para se manter aquecido. (Já que fica bem gelado e aquelas mantinhas não ajudam lá essas coisas).

Se você usa lentes de contato, opte por óculos, que podem ser tirados e guardados no bolsão à frente quando quiser dormir. Leve chinelos ou sandálias para poder ir ao banheiro ou simplesmente se levantar para uma “esticada”. Ficar de tênis ou outros sapatos fechados, por mais confortáveis que sejam, pode ser muito desconfortável, visto que pernas e pés de algumas pessoas costumam inchar nessas viagens.

TENTE MANTER SEU CICLO DE SONO!

Se você costuma dormir às 22h, não fique acordado até as 3h da manhã assistindo filmes do avião. A menos que você esteja cruzando grandes zonas de fuso horário – você deve se ajustar ao máximo para tentar evitar o Jet Lag (nesse caso, fique acordado ate um horário que seja aceitável dormir no país onde está chegando). Além disso, as mesmas regras que usamos no nosso sono comum devem ser aplicadas: evitar açúcar, cafeína, luzes fortes de celulares e tablets ou até séries cativantes com aqueles roteiros que nos prendem por vários episódios seguidos e deixam a mente trabalhando.

6

ESCONDA-SE NA ESCURIDÃO SILENCIOSA!

Não tem headphones que façam isolamento acústico? Ahhh, deveria considerar esse investimento. Aproveite para levar uma playlist de músicas tranquilas e relaxantes (um jazz light, ou um folk acústico são boas pedidas), uma máscara tapa-olhos e um travesseiro de nuca para reduzir as distrações e aumentar os níveis de conforto.

Deixe o cinto frouxo na sua cintura e sobre o cobertor, para que não te cutuquem para colocar o cinto caso a luz acenda enquanto dorme.Aproveite e peça para o seu vizinho para que não te acordem para refeições, se você levar seu próprio lanche, ou se prefere dormir no lugar de comer.

NÃO DESISTA!

Mesmo que você consiga se espalhar entre dois assentos e formar um casulo de cobertores, a chance é de que ainda algum passageiro esbarre em você ou seja acordado por uma turbulência em algum ponto da viagem. Não admita a derrota e volte a assistir suas séries. Feche os olhos e tente se acomodar novamente. Talvez você só consiga dormir umas duas horinhas antes que te acordem para o café-da-manhã, mas é melhor do que nada.

Add Comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: