::: Viagem Pão-Duro. 7 Dicas de viagem para quem tem orçamento apertado! :::

economia-pao-duro

Você quer fazer longas viagens, conhecer o mundo, mas só tem R$2,00? Não tem problema… É só se programar. Viajar nem sempre é tão caro assim e também podemos aproveitar as dicas de viajante mais experientes, nômades que sempre tem o dinheiro contado.

Talvez você seja uma daquelas pessoas que trabalha remotamente pelo computador, ou tenha alguma autonomia para longas viagens, ou mesmo esteja tirando boas férias. Essas dicas podem ser muito úteis. Não importa o seu alvo, podemos te ajudar a minimizar os custos mesmos das maiores aventuras.

1. Evite passagens RTW

Vendidas por conglomerados de linhas aéreas como a Star Alliance, Oneworld e SkyTeam, passagens de “volta ao mundo” ou RTW (round-the-world), disponibilizam uma pré-venda da sua viagem aérea completa de uma vez só. Enquanto eles anunciarão massivamente que essas passagens vão ser uma economia para você, nem sempre é o caso. Muitas vezes comprar passagens regionais de curta distância de ponto em ponto pode ser bem mais barato.

2. Ostente Estrategicamente

Para um coração viajante, ostentação é um passaporte cheio de carimbos, mas não duvide, até mesmo quem está em uma viagem “modo pão-duro” pode das suas ostentadas, você só precisa fazer isso de forma comedida e programada. Monte uma estratégia. Sofreu um mês inteiro em dormitórios de hostels lotados em um país mais caro como a Austrália? Se dê um presentinho: se hospede em um “bom” hotel ou mesmo um tratamento de spa quando você chegar em um local mais barato, como no sudeste asiático.

3. Faça refeições étnicas

Não importa para onde você viaje, comer comida asiática é sempre uma aposta certa de bom sabor e bons preços. A mesma coisa acontece com alguns favoritos do Oriente Médio como shawarmas e falafels e também para quem gosta de comida condimentada, os deliciosos curries indianos.

4. Separe um extra para imprevistos

Imagine, por exemplo, que você colocou no seu orçamento, gastar US$75 por dia numa viagem para o Peru. Você pega uma trilha de dois dias em Machu Picchu por US$300, ou US$150 acima do seu orçamento por dois dias! Assumindo que você vá ficar ainda 10 dias no Peru, para compensar esse gasto vai ter que cortar seus custos para US$15 pelo resto da viagem. Para evitar isso, tente levar um extra.

5. Favoreça a sua criatividade

Documentar suas viagens (já falamos sobre formas interessantes em um outro post) não apenas garante recordações que não tem preço, mas podem ser 100% gratuitas. Tirar fotografias, por exemplo, te dá uma desculpa para explorar à pé, que é a melhor forma de conhecer qualquer lugar na opinião de um viajante experiente. E para os mais moderninhos, talvez fazer um blog de viagem.

6. Ganhe dinheiro no caminho

Se você é extremamente disciplinado, você pode até conseguir ganhar dinheiro durante a sua viagem. Ou em outra situação, não gastar tanto. Monetize o seu blog de viagem, faça trabalhos remotos de freelancer ou até dê aulas de idiomas no caminho. Uma alternativa, para “ganhar” um dinheiro que você não vai gastar, você pode perguntar nos hostels sobre estadias ou até comida em troca de trabalho. Pegue uns turnos no hostel e veja o seu dinheiro multiplicar um pouco.

7. Pense Grande

Saber porque você está viajar é tão importante quanto para onde e quando está indo. Você não precisa se comprometer irrevogavelmente a nada ou planejar tanto antecipadamente, mas ter uma idéia dos seus alvos gerais como um viajante ajuda você a melhor separar dinheiro para as suas experiências e te leva a realizá-las.

Add Comment

Deixe uma resposta