O que não te contam sobre o intercâmbio

Separamos algumas informações que nem sempre estão claras para quem deseja fazer um intercâmbio. A princípio, elas podem ser vistas como pontos negativos. Mas acredite que todas são necessárias para o seu intercâmbio valer a pena e ser inesquecível. Confira abaixo.

  1. Você não precisa saber o idioma local
    Muitas pessoas acham que para fazer um intercâmbio é necessário já ter um bom conhecimento no idioma escolhido. Mas isso é um mito (claro que depende do programa). Os cursos de idiomas, por exemplo, são os mais procurados e existem diversos casos de intercambistas que saíram do Brasil sem saber falar nada e voltaram com um vasto vocabulário. Portanto, se é o seu sonho fazer um intercâmbio, não deixe que a falta de conhecimento na língua te impeça.

  1. Haverá um choque cultural
    Você pode ter virado um expert nas informações sobre o seu país de destino, mas mesmo conhecendo alguns hábitos, o choque cultural é inevitável. Afinal, toda cultura tem as suas peculiaridades. Você deve estar aberto às mudanças. Alguns costumes locais vão parecer totalmente estranhos para vocês, mas outros, você vai até querer trazer para o Brasil. O importante é acima de tudo, respeitar as diferenças.

  1. A comida brasileira será uma das suas maiores saudades
    Saudade de um arroz com feijão, né minha filha? Pois é, durante o intercâmbio, aquela comida caseira, que você não aguentava mais comer todo dia, vai fazer uma falta enorme. São muito comuns no exterior, as comidas enlatadas, como o feijão. Além disso, o fast food se torna o prato principal do intercambista devido ao seu baixo preço. Pode levar um tempo até você se acostumar aos novos hábitos alimentares, mas mergulhe fundo na cultura e não deixe de provar todas as comidas típicas locais.

  1. Enfrente a saudade de casa
    Os primeiros dias de intercâmbio podem ser muito solitários para algumas pessoas. Afinal, fazer amigos pode ser algo complicado, ainda mais quando se tem uma barreira cultural e de idioma. Mas o importante é não desanimar. Utilize a tecnologia à seu favor para matar um pouco da saudade da sua família e amigos. E saiba que quando as novas amizades começarem a surgir, elas se tornarão a sua família lá fora.

  1. Se comunicar pode ser mais difícil do que você pensou
    Fazer um curso de idiomas no Brasil te ajuda muito na sua viagem. Porém, ao chegar lá, até quem tem um nível avançado da língua pode ter algumas dificuldades de se comunicar: o sotaque é diferente, tem um elevado número de gírias, algumas palavras formais são desconhecidas, entre outros. Para esses casos, pergunte o real significado, use tradutores online ou até mesmo faça uma mímica. Com o passar dos dias, você vai aprendendo e se adaptando a esses fatores.

  1. O fuso horário é o seu primeiro inimigo
    Alguns lugares possui uma grande diferença de horário em relação ao Brasil, como a Austrália. Então é normal certa dificuldade de adaptação da mente e do corpo nos primeiros dias. Para esses casos, planeje com a sua família o melhor horário para se comunicarem, afinal, enquanto o dia para você esteja apenas começando, para parte da sua família pode estar na hora de dormir.

  1. A importância de uma agência de intercâmbio
    Muitas pessoas pensam que ao fechar direto com a escola, estará economizando. Mas você sabia que as agências de intercâmbio recebem condições especiais? Além disso, a agência te orienta e assessora em tudo, desde a escolha do destino até a sua chegada lá. Inclusive, ela pode te mostrar que a escola que você queria não é tão boa e existe outra melhor pelo mesmo preço ou até mais barata. Então, entre em contato com uma agência de confiança antes de tirar o intercâmbio do papel. 

Apesar de todas as situações apresentadas, o intercâmbio é uma experiência que todos deveriam ter pelo menos uma vez na vida. Portanto, sonhe e planeje, que nós te ajudamos a realizar!

E se você é um ex intercambista, nos conte alguma percepção que esquecemos de comentar.

Gostou? Precisa de alguém pra ajudar a planejar sua próxima viagem?

Clique aqui e fale agora mesmo com a gente!

Add Comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: