Como fazer intercâmbio gastando menos?

Fazer um intercâmbio é sem dúvidas, um sonho para muita gente. E como quase todos os sonhos, ele tem um custo. Porém, com um bom planejamento e com a ajuda da True Experience, ele pode sair mais barato do que você imagina! 

 

Informe-se e organize-se
Para um projeto ser bem executado e não gastar mais do que o necessário, é preciso um bom planejamento. Antes de embarcar, faça uma pesquisa extensa sobre o destino do seu intercâmbio, inclusive sobre o custo de vida médio lá. Se tiver algum conhecido que já fez intercâmbio, também vale a pena conversar com ele. Mas lembre-se que às vezes o destino que foi perfeito para o seu amigo, pode não ser para você. Por isto, é importante conversar com os nossos consultores especializados que te ajudarão a escolher um destino compatível com o seu perfil e objetivo.

Outra dica é se planejar com antecedência. Provavelmente você encontrará tarifas mais em conta e conseguirá parcelas que cabem no seu bolso. Viajar em época de baixa temporada é o ideal para economizar. Também use e abuse das dicas contidas na internet. Hoje em dia, são inúmeros blogs de viagem que dão sugestões de lugares bons e baratos para aproveitar sua experiência internacional.

Escolha um país onde é permitido trabalhar
Uma das melhores opções para conseguir se manter no exterior por um tempo maior é escolher um país em que você possa trabalhar legalmente. Irlanda, Austrália, Canadá, Nova Zelândia e Espanha são alguns destinos que oferecem a permissão de trabalho enquanto você estuda. Os requisitos e regras variam de acordo com o país escolhido.

Um dos principais destinos escolhidos para esta modalidade de intercâmbio é a Irlanda. Não precisa de visto para entrar no país e possui um ótimo custo benefício em relação as outras opções. Nela, os estudantes matriculados em um curso a partir de 25 semanas podem ter um emprego de 20 horas semanais.

E se você já tem um certo nível de inglês e o seu objetivo for aprimorá-lo, existe um programa apenas de trabalho nos Estados Unidos, o JOBS USA. Ele é voltado para estudantes universitários e por isto, ocorrem nas férias de final de ano. É o único em que você já sai do Brasil com o emprego garantido e 80% dos alunos recuperam o investimento inicial.

Independente do programa escolhido, ter uma experiência profissional no exterior é muito enriquecedora pessoal e profissionalmente.

Encontre um destino com um custo de vida mais baixo
Reforçando o que já foi dito anteriormente: pesquise sobre o país, inclusive o seu custo de vida. Normalmente, as capitais possuem um custo de vida elevado. Então opte por cidades menores. Outro ponto positivo delas, é que por serem menos procuradas, têm menos brasileiros, fazendo com que você pratique mais o idioma escolhido.

Gaste o essencial na viagem
Após encontrar o intercâmbio que cabe no seu bolso, chega a hora de separar o dinheiro para gastar no país. Foque no dinheiro para a alimentação, transporte, hospedagem e sempre deixe um pouco reservado para eventuais imprevistos. Compre o essencial e deixe as compras mais “supérfluas” para o fim da viagem, com o dinheiro que restou.

Existe um cartão pré pago, que é uma boa para deixar um dinheiro reserva. Com ele alguém do Brasil pode recarregar, te dando uma alívio nas horas de aperto financeiro.

Gostou das dicas? Agora é com você! Planeje-se e conte com a gente para realizar o seu sonho internacional!

Gostou? Precisa de alguém pra ajudar a planejar seu intercâmbio?

Clique aqui e fale agora mesmo com a gente!

Add Comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: